Buscar
  • Carolina Schäffer

um guia


Conheci um casal que veio a Mykonos comemorar 30 anos de casados. Tenho a impressão que ele ainda olha para ela como se fosse a primeira vez. Vejo um homem fotografar sua amada na beira da praia. Ela sorri tímida, entre cada foto ele a paparica com beijinhos jogados no ar. Uma mãe carrega sua filha nos braços e as duas recebem um abraço apertado do pai, que as protege no meio da multidão. Duas mulheres caminham de mãos dadas e gargalham ao se deparar com uma rua sem saída. Aos risos elas vão tentando outras ruas até acharem o caminho que agrada ambas. Uma adolescente incentiva seu amigo a entrar na água do mar pela primeira vez. "Não tenha medo, estou com você", ela diz. Me pareceu o encontro de duas almas antigas. Dois jovens observam o por-do-sol refletido nos olhos um do outro, num segundo, dois sorrisos aparecem. Um senhor pergunta a sua senhora se ela já está com fome. Ela diz que não, "mas posso acompanhar você, meiner liebe". Na frente de uma porta azul um pai conversa com sua filha, ainda na barriga. Tanto a mãe quanto a menina gostaram do que ele disse, não paravam de sorrir. Ele leva flores em suas mãos. Eles procuram pedras na praia. Ele a envolve em seus braços. Eles andam de mãos dadas. Ela passa protetor em seu rosto. Eles trocam beijos no por-do-sol. Ele a toca nas costas enquanto caminham. Ela se aconchega em seu abraço. Eles se olham e sorriem. Ele lhe dá a mão e a ajuda sair do barco. Ele compra um anel para ela. Eles trocam presentes. Ele liga, diz que está perdido e pergunta aonde pode encontrá-la. Quando o amor é o nosso guia o vemos em todos os lugares.


0 visualização

Site orgulhosamente criado com wix.com